quarta-feira, 15 de junho de 2011

PROFISSÃO: BANDIDO

Vivemos em um país onde ainda se prezam por costumes e atitudes que possam ter qualificações positivas do ponto de vista social. De acordo com o afamado dicionário Aurélio, ética seria “o estudo dos juízos de apreciação que se referem à conduta humana susceptível de qualificação do ponto de vista do bem e do mal, seja relativamente à determinada sociedade, seja de modo absoluto". 

Faço esta introdução devido à infeliz declaração de um colega advogado que, somente no desespero, falaria tal absurdo. O fato remete ao assassinato de um jovem estudante de 24 anos, Filipe Paiva, que cursava a Faculdade de Economia e Administração na Universidade de São Paulo (USP) ocorrido no dia 18 de maio deste ano.

O assassino confesso Irlan Santiago se entregou no último dia 09 e não aparentava nenhum arrependimento pela barbaridade cometida. Seus sorrisos e gargalhadas demonstravam que violar regras, mesmo sem antecedentes criminais, é algo comum em seu cotidiano. Um ser que nada tem a perder na vida – já que é desvalido de cultura, educação e princípios – e por isso diz que a culpa do crime foi da vítima pois se ele ficasse na dele, tranquilo, sem reagir, ele não teria tomado bala”. Porém, Irlan afirmou que não foi ele o autor do disparo que vitimou Filipe, mas não quis revelar o nome do comparsa. Bom, o que esperar de um sujeito como este? Realmente nada muito diferente disso. 
Contudo, impressionante mesmo foi a defesa encontrada pelo nobre causídico Dr. Jeferson Badan ao defender o motivo pelo qual o seu cliente não divulgara o nome do comparsa: “Uma regra de quem é do crime: nunca entrega parceiro. Todo bandido tem ética. Você é um cara experiente na área criminal, eu sei que você está fazendo essas perguntas simplesmente por fazer, porque você sabe que em todas as profissões tem ética”. A declaração absurda do nobre colega nos faz questionar o que esperar de um advogado. Melhores defesas, melhores argumentos... mas principalmente: ter noção do que fala!

                       Declaração desastrosa do causídico

            É por essas e outras que a profissão do advogado é mal falada e mal vista por muitos. O meu consolo é que profissionais como o Dr. Jeferson Badan, Dr. Ércio Quaresma (lembram? aquele primeiro advogado do Bruno, ex- goleiro do Flamengo) e outros, são a minoria no meio advocatício. A advocacia é uma das áreas mais brilhantes para quem honra a boa defesa da causa alheia. O bom advogado deve se preocupar sempre em aliar a ética com a moralidade. E não defender atos imorais, que conduzem a um apodrecimento social. E olha que para ser advogado hoje em dia o bacharel em Direito precisa estudar (e muito!) para passar no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, uma das provas mais exigentes do nosso país. Por isso digo: tenho muito orgulho em ser advogado.
Ah, já ia esquecendo! Quanto ao Irlan Santiago, ele irá responder ao crime em liberdade. Até porque a concorrência é grande nessa “área profissional”. Enquanto isso, seu advogado Dr. Jeferson Badan já deve estar inserindo em sua petição, em defesa de seu cliente, o art. 5o, inciso XIII da nossa Constituição, o qual diz que: é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. Por outro lado, a família de Filipe e o Brasil assistem revoltados a mais um caso de impunidade e descaso.

19 comentários:

  1. Hailton de Carvalho Burd15 de junho de 2011 14:00

    Asqueroso. Sórdido. Uma VERGONHA que se soma a tantas outras, no dia a dia,em um país cada vez em situação mais caótica, onde imperam a CORRUPÇÃO e a IMPUNIDADE.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, também tenho o mesmo pensamento. Outro dia alguém me enviou uma mensagem no meu e-mail dizendo que no meu blog. Eu não tenho ética, simplesmente porque denuncio e chamo de LADRÃO os administradores de Parnamirim.
    Nossa justiça está falida, qualquer bandido hoje com 1 milhão na mão não é preso, nem condenado, nossas cadeias hoje são cheias de pobres miseráveis que não tem nem dinheiro pra pagar um ADVOGADO.
    PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  3. Estou acompanhando este caso! É de dar raiva! Será mesmo que o crime compensa???Acho que é isso mesmo!Péssimo exemplo para a juventude! O cara mata sem "motivos aparentes",vai responder o processo em liberdade porque é "réu primário"!Esse negócio de "reú primário" é uma pouca vergonha! Tem que acabar! Só deveria valer pra quem roubou um pote de manteiga,um pacote de biscoito,por exemplo! É mesmo revoltante isso!

    ResponderExcluir
  4. fugindo um pouquinho do assunto ,mais bastou o edmundo ganhar uma indenização de 2 milhões para um juiz pedir sua prisão mesmo com um crime prescrito e onde já receberam fiança ? muito estranho , e a palavra ética hoje em dia esta tão banalizada no Brasil que talvez a ética dos Bandidos seja levado mais a sério já que na sociedade em geral incluindo principalmente dos governantes ela simplesmente desapareceu ,pode até ser falada ou escrita porém na prática poucos usa .

    ResponderExcluir
  5. Arthur;
    Eu posso me classificar como um excelente exemplo de cidadão comum. Sem nenhum tipo de conhecimento jurídico e que apresenta-se indignado através das informações que nos chegam através da mídia e nada mais.
    Não vemos a mídia divulgar casos louváveis. É exatamente o contrário: o destaque midiático está em casos onde os advogados atuam mais como comparsas dos criminosos; vide exemplos de contrabando em presídios, manobras jurídicas que protelam indefinidamente a punição certa para criminosos confessos, etc.
    Mesmo que em número absoluto este tipo de advogado seja minoria, ainda sim temos um número enorme e inaceitável de bandidos disfarçados sob o título de Bacharel de Direito.
    A imagem que pessoas como eu, cidadãos simples, têm desta classe, é a PIOR possível.
    Entendo também, que advocacia é uma profissão como outra qualquer, e que vocês somente fazem uso das ferramentas que estão disponíveis, no caso, a nossa falha constituição.
    Acho que a OAB deveria se engajar por uma profunda reforma nas leis horríveis deste país, para que os advogados pudessem enfim trabalhar com melhores ferramentas e assim poder ostentar mais claramente sua condição de defensor do direito.
    É o que penso.
    Parabéns pelo artigo.

    ResponderExcluir
  6. É por causa de poucos advogados, como este do artigo acima, que a maioria leva a fama de mentiroso, argiloso e que só defende aqueles que pagam bem, independentemente do cliente está certo ou errado. Muitos esquecem o que aprenderam na faculdade sobre ética e,por isso, proferem palavras que degradam sua própria profissão. É preciso lembra que o advogado é essencial para concretização da justiça, mas só poderá ser justo se agir com ética.

    ResponderExcluir
  7. Faltou o Dr. Badan se explicar melhor. De fato não existe ninguém sem ética. O detalhe é que seu cliente pratica uma ética contrario da nossa*, ou que se distancia muito da nossa - e como distancia! Como nossa ética é absolutamente contraio a desse criminoso o Dr. Badan foi muito infeliz nesta explicação, acabou se auto depreciando do ponto de vista profissional e de certa forma toda a categoria. Parabéns Arthur Caldas pela indignação e também pela iniciativa, direito é uma área brilhante e não pode ser denigrida por uma minoria sem identidade.

    ResponderExcluir
  8. Uma vergonha, para a classe dos advogados...quando se tem advogados que se dizem profissionais e não tem um ética séria, o que vale é a ética do real...uma pena...

    ResponderExcluir
  9. falando em ética veja mais uma do nosso congresso , deputados aprova sigilo nas despesas com a copa do mundo , que belesa ,, e não aparece um Binladen poraqui pra explodir esse congresso com todo mundo dentro .

    ResponderExcluir
  10. Excelente artigo. Parabéns.

    ResponderExcluir
  11. Não tem palavras para descrever os dizeres do Sr. Jeferson Bardan.

    Ele suja a profissão, tirando toda ética de ser um advogado, como bem dito pelo Arthur, um curso dificil, ainda passam por um teste para exercer a profissão (OAB).

    Fico completamente indignado caso nada seja feito a respeito desse Sr., ele nunca mais deveria dizer que é um advogado.

    ResponderExcluir
  12. olá amigos comente essa matéria absurda no meu blog basta clicar sobre o nome

    Dilma Rousseff e câmara dos deputados dá carta branca para Fifa e Ricardo Teixeira gastar a vontade com obras:

    ResponderExcluir
  13. Caro Dr. Caldas. Porque que o senhor, e seus colegas de profissao, que realmente exercem sua funcao de advogado, nao se juntao e pressionao o governo brasileiro, a mudar as leis. Porque o Brasil amigo, nao precisa de leis duras, ele esta preceisando de leis severas, ou ate extremas. Tem que comecar por algum lugar, ja que o governo nao toma a iniciativa, por que nao voces da AOB? Ja ouviu o ditado: "don't ask what you're country can do for you, ask what you can do for your country"???

    ResponderExcluir
  14. Prazer .. Justiça Brasileira !

    ResponderExcluir
  15. É PRECISO SEPARAR O JOIO DO TRIGO, COMO EM TODA PROFISSÃO "SEMPRE" EXISTIRÁ PROFISSIONAIS QUE TEM COMO CONCEITO DE VALORES E ÉTICA o espelho da corrupção brasileira...!! É o fim justificando os meios!!!

    ResponderExcluir
  16. Realmente eletrizante o texto . O nobre colega conseguiu sintetizar de forma sucinta a revolta de muitos.
    Evidente que e necessario saber discernir os bons colegas daqueles que talvez num instante de desespero,como disse o Sr Arthur, acabam proferindo palavras que somente servem para aporcalhar mais ainda nossa justica.

    ResponderExcluir
  17. Parabéns pelo texto. Sentimos dor quando nos comparam a bandidos, pelo fato de muitas vezes atuarmos na defesa do processo que eles, os bandidos, responderão. Lamento pelas declarações do Dr. Badan. Foram no mínimo infelizes. Mas é por essas e outras que devemoe valorizar ainda mais nossa profissão. Cabe à OAB interpelar o profissional, que não disse nada ilegal, mas por nós, melhor que por ninguém, é claramete sabido que nem tudo que é legal, é moral.

    ResponderExcluir
  18. Isso mesmo. Ai que entra o velho embate : DIREITO x MORAL

    ResponderExcluir
  19. Que bom que temos seu blog para desabafar noss indignação contra as injustiças e falta de ética desde país.
    Abraços!

    ResponderExcluir