quarta-feira, 31 de agosto de 2011

BRASIL, ORGULHO DE TODOS NÓS (?)


           
Hoje ao retornar para casa, deparei-me com a seguinte cena: o carro à minha frente estampava um adesivo com o seguinte slogan: ‘Brasil, orgulho de todos nós’. Fiquei imaginando em que contexto aquela motorista colocou o bendito adesivo. Porque a absolvição hoje dada pelos 265 deputados federais ‘secretos’ à Jaqueline Roriz (PMN-DF) demonstra que a falta de credibilidade, moralidade e vontade de mudanças nos comportamentos de nossos representantes continuam nos deixando perplexos de vergonha ao percebermos que os próprios representantes da população estão mais preocupados com os seus próprios interesses do que com o que realmente deseja o povo brasileiro.

           
Neste caso específico, aliado à explícita falta de moralidade e ética da Jaqueline Roriz, os outros 265 deputados federais se esconderam no chamado ‘voto secreto’. Aí é muito fácil, depois da votação, afirmar que não votou a favor da absolvição. São imorais como a Jaqueline. Compactuaram com a falta de ética, como faltou à deputada Jaqueline, mas acima de tudo, são COVARDES. E são caras-de-pau, pulhas, quando afirmam que ‘a colega somente poderia ser julgada por atos cometidos durante seu mandato na Casa, iniciado em fevereiro deste ano’. 

Então quer dizer que o fato de ter recebido dinheiro ilícito exclui o ato criminoso cometido por ela não fazer parte, na época, da Câmara? O dinheiro que ela recebeu foi devolvido aos cofres públicos? Será que, se o voto fosse aberto, teríamos uma postura diferente de nossos representantes?

Sinceramente, contra fatos não há argumentos. O corporativismo e a ‘quadrilha secreta’ venceu. Nossa representatividade política perdeu, novamente, um bom momento para demonstrar que poderíamos ter, quem sabe, atitudes corretas e penalidades para quem merece. Isso seria um motivo de orgulho.

E por falar em orgulho, se eu fosse a cidadã do veículo adesivado, para não passar mais vergonha, acrescentaria o sinal de interrogação no final da frase. E rapidamente.



    Jaqueline Roriz - FELIZ DA VIDA!!

28 comentários:

  1. Mt bom seu texto. Merece ser divulgado!


    Alan Souza.

    ResponderExcluir
  2. Arthur, Parabéns por expor tão sabiamente a sua insatisfação com 'nossos representantes".

    Mas infelizmente a imoralidade e a falta de caráter é uma doença incurável, em especial no Brasil, o vírus se espalha com tanta naturalidade que quando um cai, dois novos se levantam.

    Se ela pode, pq o Zé Dirceu não? antes eram as mulheres que exigiam direitos iguais, agora será q deveremos ser nós a levantar esta bandeira?

    Twitter: @adilson_mendes

    ResponderExcluir
  3. Estou indignada,perplexa!! Enojada! Sou professora da Rede Municipal do Rio de Janeiro ,há anos...,tenho 2 matrículas e vivo,como todos os demais ,"pendurada" nos empréstimos bancários...pra assistir a um circo desses? Já estou a ponto de botar a boca no trombone e falar TUDO que sei e assisti durante esses anos de magistério Público.

    ResponderExcluir
  4. É realmente revoltante tal atitude dos nossos parlamentares. Onde está a nossa polícia? Isso é caso de polícia, daí talvez do sistema carcerário ser tão falido, porque se o nosso país fosse sério faltariam celas nos nossos presídios especiais, pois os demais já faltam e como faltam.

    ResponderExcluir
  5. Por isso (e muitas outras maracutaias/roubalheiras), esse país não vai pra frente! Enquanto não terminar a "mamação na vaca", os pobres continuarão cada vez mais pobres e os ricos...blá blá blá! Lamentável!

    ResponderExcluir
  6. Vergonhosos, triste, ela admitiu que o dinheiro seria para a campanha e a Câmara considerou normal a corrupção...

    ResponderExcluir
  7. Excelente post! Quando aqueles que fizeram marcha para Jesus, para os gays e outras marchas, farão uma para acabarmos com as vergonhas deste congresso?
    http://www.eugeniochristi.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olha como todo cidadão brasileiro, pagador de meus impostos, fiquei extremamente indiguinado,infelizmente esse Congresso Nacional, está cheio de bandidos, institucionaram a robalheira de vez! A mulher foi pega com a boca na botija e os caras usaram a desculpa que ela ainda não estava no uso institucional do mandato para livrar sua cara! Sou morador daqui do Rio e aproveito para desabafar o quanto estou enojado com o desgovernador Sérgio Cabral, que só está pensando em gastar com olimpíadas e copa do mundo, enquanto a saúde e a educação estão as moscas! Fora bando de ladrões! Para de roubar o dinheiro de nossos impostos! Bando de canalhas!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns!!!E enquanto o povo continuar votando,tudo vai continuar acando em pizza.
    Leila

    ResponderExcluir
  10. Na minha humilde opinião, a culpa de toda essa roubalheira (e pior ainda)impunidade, é nossa! Do povo brasileiro! Vamos protestar? Vamos lotar as ruas com slogans anti-corrupção? Vamos partir pra ignorância e sair arrebentando com tudo? Vamos dar uma de "chileno"? Vamos bater panela? Vamos marchar em direção à Brasília? Vamos reagir? Vamos radicalizar? A resposta é NÃO! Muito pelo contrário, sábado tem churrasco, domingo meu time joga e na segunda tem aquela pobreza chamada novela pra entreter os trouxas! Não adianta culpar os corruptos se não fizermos a revolução nas ruas e nas urnas, NÃO ADIANTA!

    ResponderExcluir
  11. Desculpe-me a sinceridade, mas não será um texto contra a imoral absolvição da Jaqueline Roriz que o tornará isento de qualquer desconfiança da minha parte, pelo menos.
    Sem querer afirmar que este seja o seu caso, mas a oposição sempre se colocará em posição de criticar a situação, não importando motivo, causa, razão ou circunstância.
    Sendo assim, o único candidato, seja de qual for o partido, que terá a minha confiança será aquele que propôr um projeto de lei de transparência total, o qual obrigue os governos de qualquer esfera, seja municipal, estadual ou federal, a publicarem um balanço mensal onde constará todos os gastos públicos, sendo cada tipo de gasto discriminado com valor, data e receptor. Afinal de contas, o dinheiro público é nosso! Nada mais justo que a população saiba como o seu dinheiro está sendo gasto.

    ResponderExcluir
  12. Nossa muito bom! O texto expressa com total clareza a revolta de todos nós brasileiros que nos sentimos roubados e feitos de palhaços, já que somos obrigados a participar deste circo que a política nacional se tornou.

    ResponderExcluir
  13. Concordo com os dois posts anteriores, é necessário muito mais do que um simples texto para tornar algum político isento de desconfiança ou melhor do que os outros! E o Brasil ainda é um sub-país, não por causa da política econômica, mas por causa do seu sub-povo. Falta o povo saber praticar cidadania desde a sua essência, que envolve direitos, mas também deveres em igual dimensão. Cada um se preocupa apenas com seus direitos individuais, mas ninguém quer saber do direito coletivo. Ninguém quer saber de ceder em benefício da sociedade senão apenas em função de si mesmo. As maiores provas vivas disso são os próprios políticos corruptos, que podem ter sido honestos durante algum tempo de suas vidas miseráveis, mas a partir do momento em que encararam a oportunidade de se beneficiarem do dinheiro público em detrimento de milhares de pessoas sofridas,venderam suas almas para o demônio e buscaram o que era melhor para si. Mesmo que isso significasse a morte de pessoas em decorrência da falta de leitos em hospitais, da falta de comida, da falta de saneamento básico, da falta de educação e a consequente violência, etc.
    Transparência já! E corrupção é crime hediondo, sim! E quanto ao papel do povo, vamos primeiramente cumprir com os deveres e lutar pelos direitos, não apenas os individuais, mas também os coletivos!

    ResponderExcluir
  14. Me lembrando aqui de quando ela virou para, a então deputada, Eurides Brito e a chamou de cara de pau! De que madeira será feita a cara desta, então?!

    ResponderExcluir
  15. Diversos são os movimentos em setembro para "mostrar" a insatisfação de todos com o que estamos vivenciando. O que me preocupa é o "after day" o que fazer...eles estarão rindo...debochando...o0 que fazer...quem assumirá? ...quem puxará as rédeas? O povo? ou...

    ResponderExcluir
  16. o congresso nacional e uma vergonha principalemte para nois que nascemos na Capital Federal este bando de corrupto analfabetos :x

    ResponderExcluir
  17. É isso aí... enquanto gente desta estirpe circular livremente pelos corredores do congresso nacional (com letra minúscula mesmo) não teremos motivo nenhum para nos orgulharmos do nosso país... Imagino as maracutais, negociatas e chavecos que aconteceram nos bastidores do concresso nacional UMA VERGONHA INTERNACIONAL, temos que jogar muita merda no ventilador desses marginais.

    ResponderExcluir
  18. Tiago Schisler Donato1 de setembro de 2011 19:03

    Arthur Caldas, parabéns pelo artigo. Comenta a matéria da revista Veja, sobre o José Dirceu. #ficadica

    ResponderExcluir
  19. A culpa é do povo! Se fosse em qualquer outro país ela estaria na cadeia. Mas aqui só tem analfabeto, gente que só liga pra bunda e futebol.

    Veja e se possível repasse esse vídeo. Vamos tirar essa ladra do poder.

    http://www.youtube.com/watch?v=dhtwJ94q3Q8

    ResponderExcluir
  20. É uma VERGONHA ter um Congresso Nacional que absolve uma "deputada?" como Jaqueline Roriz !!

    É um absurdo assistir o julgamento de uma pessoa que fundamenta a sua defesa ADMITINDO QUE FOI CORRUPTA mas que isso aconteceu antes do mandato terminar em absolvição.

    O Congresso Nacional tem a obrigação de refletir os anseios do povo e O POVO NÃO COMPACTUA COM CORRUPÇÃO!

    O voto desses "representantes" do povo têm de ser aberto para que estes possam ser alvo do controle social e reponderem perante a sociedade pelos seus posicionamentos políticos.

    ResponderExcluir
  21. NÃO IMPORTA O QUE ACONTEÇA O IMPORTANTE É COMO VOCÊ REAGE.
    REAGE POVO ACOMODADO!!!!
    VAMOS PARA AS RUAS!!!
    VAMOS MOSTRAR QUE QUEM MANDA DE VERDADE NESSE PAÍS É O POVO E NÃO ESSA MINORIA DE CORRUPTOS MILIONÁRIOS QUE ACHAM PODEM FAZER TUDO E QUE FICA POR ISSO MESMO.
    OBS: "E O PIOR É QUE ELES ESTÃO FAZENDO E FICANDO POR ISSO MESMO"
    VAMOS PROPOR MAIS UMA DATA DE FERIADO NO BRASIL:
    31-08-2011 - DIA DA INSTUTUCIONALIZAÇÃO DA CORRUPÇÃO NO PAÍS.
    EU CONCORDO E VC?
    PELO MENOS FICAREMOS EM CASA REFLETINDO EM QUAL SERÁ O PROXIMO "ARTISTA" QUE VAMOS COLOCAR LÁ PARA VERMOS TUDO SE REPETINDO DE NOVO E ACHARMOS LINDO!!!

    ResponderExcluir
  22. Nossa dura realidade, professor. Infelizmente não temos uma rede de comunicação popular fortalecida, a qual desperte em cada brasileiro esse abstrato orgulho que só vemos quando a seleção entra em campo. Parabéns pelo brilhante reflexão. E não tenha dúvida, ela será compartilhada.
    Saudações libertárias

    ResponderExcluir
  23. Caro Arthur,
    excelente seu artigo e trduz bem e de forma sintetizada o q muitos brasileiros estão sentindo com relação a falta de moral, a corrupção e a impunidade. A bsolvição de Jaqueline foi uma vergonha de toda a classe politica,uma vez q a votação foi secreta. Mas e Sérgio Cabral?Nós do EStado do RJ estamos de pés e mãos atados, vendo a omissão e a corrupção imposta como este pústula,vem tocando seu desgoverno.Apenas para falar nó úkltimo acidente, qdo o Bonde de Santa Teresa perdeu o freio e matou cinco pessoas, dentre elas o motoneiro, e dezenas ainda internadas,Cabral estava em Paris (em mais uma lua de mel com sua abelha),Julio Lopes deu uma entrevista rápida e vazia, depois de muita pressão e nada foi feito até agora. SE alguém é morto vítima de uma bala perdida,apuram até o fim p/ descobrirem de inde veio a bala, se de um policial ou se de um bandido e tiver sido de um policial este é recolhido ao quartel, julgado e punido, muitas vezes com expulsão da corporação.E SÉRGIO CABRAL,vem matando desde Angra, passando pelas enchentes na Região Serrana,destruindo e reconstruindo a um preço absurdo e uma segurança altamente duvidosa, Estádios e complexos esportivos para as Olimpídas e Copa do mundo, e este verme continua a fazer o q quer e bem entende, matando sem o menor escrúpulo e NADA é FEITO? MATA IMPUNIMENTE? Tentamos fazer várias manifestações, marchas e caminhadas pelo fim da impunidade e da corrupção e nada deu resultado.
    Não apareceu um politico com disposição de abraçar a causa e levar o caso do Bonde de Santa Teresa até o fim e concluir, atraves de provas concretas que CABRAL NÃO TEM CONDIÇÕES PSICOLÓGICAS E MORAIS DE Governar nada.
    O povo gora reclama, mas Cabral foi reeleito traves da compra de votos. E infelizmente, muitos dos que venderam seu voto a Cabral, estão dando grtuitmente sua alma e de seus familiares e amigos ao Diabo. Nunca se viu tanta tragédia, tantas motes emtão pouco tempo e todas provenientes de um só fator: a OMISSÃO, O DESCASO E GANÂCIA DE SÉRGIO CABRAL FILHO.

    Gilda - RJ

    ResponderExcluir
  24. Prezado Arthur, sabemos que a decisão dos parlamentares foi absolutamente política e corporativista. Afinal, onde deveria estar essa mulher, senão naquele antro? Por que cassar uma colega, em todos os sentidos?
    O PGR ofereceu ao STF denúncia de crime de peculato contra ela. Esperemos que seja aceita, torne-se ação penal e a condene e retire o mandato (oremos). Seu advogado, o reconhecido José Eduardo Alckmin, que a defendeu na Câmara sustentando a tese de que no ato flagrado ela ainda não pertenceria àquela casa, portanto não teria faltado com o decoro a ela, já se pronuncia sobre a denúncia do PGR, nesse sentido: "É estranho porque ela não era servidora pública. Como era acusada de desviar recursos se não era servidora, não tinha domínio sobre o dinheiro?", mas sabemos bem que o partícipe, não funcionário ou agente público, pode também responder pelo crime de peculato.
    Bem, vou fazer a minha parte: dia 7, da independência, estarei na Cinelândia dizendo que quero o fim dessa corrupção que nos assola.
    Parabéns e vamos em frente.

    ResponderExcluir
  25. Arthur,

    muito fajuta a justificativa dos parlamentares ao afirmarem só poder julgar politicamente - o julgamento no parlamento de um seu integrante é político e não jurídico - os atos de sua par durante o mandato.

    A vida política de qualquer cidadão é a sua vida toda e não somente aquela vivida no exercício de um ou mandato político.

    Para ser coerente, a licença para julgamento judicial (julgamento jurídico) do parlamentar em casos como este deveria ser compulsória e sem privilégio de foro, pois que façam assim nossos Deputados Federais e Senadores.

    ResponderExcluir
  26. Ótimo texto, professor.

    Assim, se Jaqueline Roriz pode levar para casa uma sacola de dinheiro que não era seu sem, sequer, correr o risco de perder o mandato por isso, por que o ladrão não tem o direito de ter a vida poupada por um policial que o flagra em um assalto? Esse deve ser seu pensamento...

    ResponderExcluir
  27. Esse é o país do futuro (que não chega)! Acorda Brasil!
    Muito bom texto! Vi um comentário seu no blog "Diário de um Advogado Criminalista" e resolvi convidá-lo a acessar um blog que mantenho: www.promulgare.com.br
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  28. A coisa é por aí mesmo!E isso se reflete na escola:meus alunos já demonstram uma certa queda pela corrupção,no sentido em que trazem atestados médicos falsos,com o objetivo de fazerem 2ªs chamadas das avaliações!O brasileiro,infelizmente,parece ter no DNA,corrupção! Parabéns!


    Estou voltando ao meu blog!Passa lá e comente!Um abraço!

    ResponderExcluir